quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Um bom começo...



Foi um bom começo... me matriculei na academia!

E, claro, estou freqüentando!


Moderei na janta, e nas demais refeições! Vou voltar a ser quem eu era... antes da compulsão!


No primeiro dia da academia, foi hilário!

Primeiro o professor da aula que mais gosto, Body Attack, mudou... é um homo, um homo não, bicha louca mesmo, a aula está super divertida, ri demais.

Eu disse ao mostrar minha avaliação física: - Tem gordura demais para queimar!

Ele: - Com gordura ou sem gordura o importante é que você se divirta!


Amei!


Depois de 1h de pura aeróbica num calor de 40º fui ao vestário jogar uma água no rosto. Aí, um daqueles seres vestidos de verdinho me perseguiu...

Na verdade era uma menina que veio me apresentar o novo método Herbalife. Explicação vai, explicação vem, e eu doida querendo dispensá-la, explicar que estou bem fazendo reeducação alimentar, uma outra garota interrompe:


-Você é nutricionista? - perguntou para a de verdinho

-Não, sou espcialista em nutrição ortomolecular! Você é?

-Sou

-Você gosta da herbalife?

-Pra ser sincera, sou completamente contra!


Isso me deixou curiosíssima! Por que a nutricionista seria contra?


Eu já sabia que tinha algo errado nesse processo todo de herba..., principalmente por um email que rolou na net de um cara dando um testemunho que perdeu tudo que tinha, até família e amigos por causa da herbalife. E outras coisitas más: que é lavagem cerebral, indústria do mal, só pensam em vender, fazer grana, argumentos parecidos.


Mas, naquele momento a nutricionista me salvou de uma ladainha, dispensei a verdinha, agradeci e fui atrás da nutrição, é lógico.

Tivemos uma conversa rápida, afinal depois da malhação a gente fica doida pra ir embora, tomar um bom banho!


-Por que você é contra? perguntei

- Porque não existe nenhuma explicação cientificamente comprovada com os produtos e as cápsulas da herbalife. São fórmulas e misturas que fazem efeito realmente, mas você não sabe o que seu corpo está ingerindo e absorvendo. Vários suplementos alimentares são testados antes de entrar no Brasil, mas herbalife não é um suplemento. Você entende?

-Sim, compreendo.


Ela me deu mais algumas explicações e foi direto ao assunto:

-Se você quer emagrecer, não voltar a engordar e ter uma vida saudável, faça a reeducação alimentar!

- Já estou fazendo! - vibrei

-Nossa que ótimo! Olha vai ter uma fase em que você vai emagrecer pouco ou não conseguir, mas não desista, tudo vai dar certo!


Concordei, nos despedimos e fui embora.


Penso que existem muitos métodos, dietas, remédios e agora até cirurgia para emagrecer. Mas, se for castigado pela genética, assim como eu, é muito melhor persistir num resultado a longo prazo que irá permanecer.


Estou crendo absurdamente nisso! Adeus dietas loucas, adeus sibutramina, femproporex, reductil, ansiolíticos, fórmulas emagrecedoras, etc... Sou cliente da nutrição!

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Dia Mundial do Macarrão



Uma homenagem ao Dia Mundial do Macarrão, amanhã, 25 de outubro.


Por sinal, meu alimento preferido! Italianíssima...


Conheça as variedades de macarrão


- Macarrão com sêmola: elaborado com farinha de trigo especial, que resulta em um produto mais claro.

- Macarrão com ovos: três ovos são adicionados a cada quilo de farinha.

- Macarrão comum: é apenas a mistura de água à farinha de trigo comum. Tem preço menor.

- Macarrão caseiro: feito de forma artesanal, com massa laminada. Mais poroso, absorve melhor o molho.

- Macarrão com grano duro: elaborado com farinha especial tipo durum. Fica naturalmente al dente, ou seja, solto, mais consistente e ideal para boa mastigação.

- Macarrão integral: feito com trigo integral. Contém mais fibras e é ideal para pessoas que estão submetidas à dieta.

- Massa fresca: produto à base de água, semolina ou farinha de trigo, com ou sem ovos, recheado ou não, armazenado em balcões frigoríficos ou geladeiras. Destaca-se pela praticidade de preparo e pela qualidade nutritiva, atendendo ao público que busca conveniência e exigência no sabor.

Fonte: Sindicato da Indústria de Massas Alimentícias e Biscoitos do Estado de São Paulo

Folha Online

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Ir à luta


Hoje acordei com vontade de recomeçar!


A vida vai passando e ficar parada não dá. Peguei meu plano alimentar e até agora está tudo certo. Só na hora do almoço, não consegui cortar a Coca Zero.



Mas, navegando por aí, leia parte da matéria que encontrei:


Segundo Fabiana Schmidt, nutricionista da Clínica Agape, os líquidos em geral podem contribuir para o aumento de peso se a pessoa tiver tendência a edemaciar (acumular líquidos debaixo da pele - o famoso inchaço). "Mas, será um ganho de peso em água e não em gordura. O problema é que as pessoas não sabem identificar se estão edemaciadas ou não, e quando sobem na balança acham que ganharam gordura", explica.


Fabiana acrescenta que os líquidos são responsáveis pelo aumento do tamanho de estômago; contudo, as pessoas sentem menos fome por causa disso. "Quem bebe durante as refeições fica com o suco gástrico mais diluído, o que atrapalha na digestão. Seu corpo já está acostumado com isso e libera mais suco gástrico para 'compensar'. Como seu corpo sabe que você bebe algum líquido durante a refeição, ele 'relaxa' mais. Literalmente, o tamanho do estômago fica maior, já que neste espaço deve caber comida e líquido", declara.


"Se você pára subitamente de consumir líquidos durante as refeições, certamente irá preencher este espaço que ficou vazio com comida e acabará engordando", completa a nutricionista.


Comentário:


Consegui um álibi para tomar refri! rsrsrs

Brincadeiras à parte:
Mas, é um pouco contraditório: se vc toma líquidos junto com as refeições engorda. Se pára subitamente também!

A saída é ir parando aos poucos e aconchegando novamente o estômago!

Mas, prometo que vou trocar a coca zero, por água mesmo!

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Fórmula Mágica


Estava navegando na net, como sempre faço e algo me chamou a atenção:


"Veja como pular do manequim 46 para o 38". Fiquei atônita, pensei: obaaa! Uma nova dieta milagrosa!


Quando entrei para verificar a nova fórmula mágica, o conteúdo me deu uma pancada!

Confira você mesmo:


Para quem não foi abençoada pela genética, chegar ao manequim 38 é quase uma tortura, não é mesmo? Pois pare de sofrer. Se você quer vencer essa batalha árdua, fique sabendo que com a união de tratamentos apropriados e eficazes é possível enxugar quatro tamanhos em seu visual e o resultado pode durar para sempre!





Atingir esse objetivo é absolutamente possível! Com a ajuda de uma reeducação alimentar, tratamentos estéticos e cirurgia plástica - quando necessário -, a batalha pode ser vencida. Primeiramente é bom frisar que a transformação não é "the flash". Os especialistas estimam que para uma mulher diminuir quatro números, demora, em média, de seis meses a um ano. "Tudo depende dos tipos de tratamentos que serão associados, do organismo da pessoa e, principalmente, da determinação de cada uma", enfatiza o cirurgião plástico Carlos Fernando Neves, coordenador do Programa de Perda de Peso e Cirurgia Plástica pela Qualidade de Vida da Clínica Evidence (SP).


Uma dieta bem elaborada é o ponto de partida para o processo de emagrecimento. Se aliar a poderosos procedimentos estéticos, melhor ainda. "Os tratamentos ajudam na redução de medidas, motivando a paciente a continuar com seu plano de emagrecimento. Além disso, combatem problemas associados ao sobrepeso, como gordura localizada, celulite e flacidez", explica o cosmiatra Jardis Volpe (SP). Outro parceiro inseparável em casos de emagrecimento severo é a operação. Segundo o cirurgião plástico Ubirajara de Freitas Guazzelli, da Vitalmax (SP), é natural que a mulher que perde muitos quilos apresente um grande excesso de pele, sobretudo nas regiões do abdômen, coxas e braços e, nesses casos, somente a plástica pode resolver.


Para manter esse resultado a vida toda, o essencial é ter em mente que a luta será eterna. O peso deve ficar estável e a prática de exercícios físicos ser constante.

Fonte: site do Terra


Viu, só?


O jeito é acreditar que não existe uma fórmula mágica e sim métodos caros e rigorosos para que isso aconteça.


Então, vou tentando vencer essa batalha com a minha reeducação alimentar, caminhada e doses de auto-estima. Mas, de vez em quando uma fugidinha para comemorar, sem exageros!


Tudo bem que no post anterior tive uma recaída. Coisa passageira!





terça-feira, 16 de outubro de 2007

Alegria ou Tristeza?




Vivo uma icógnita: estou alegre ou triste?


Estou alegre porque fui à praia nesse feriadão, estava com meu amor e meus amigos. Aproveitei demais!

Estou super feliz porque minha amiga Alessandra vai casar e sou sua madrinha de casamento, tenho muita consideração por ela.

Estou super agradecida, porque hoje Deus me concedeu um livramento de morte! Quase atropelei um cavalo que surgiu numa avenida em Contagem simplesmente do nada! Foi reflexo, por pouco consegui desviar, sem dúvida, foi a mão do meu Salvador!


Tenho saúde, trabalho, família, amor, amigos e um pouco de dinheiro!


Mas estou triste:


Porque não tenho coragem de colocar um biquini na praia! Tenho vergonha do meu corpo!

Porque me sinto tão gorda que não vou ficar bonita no casamento da minha amiga!

Porque não consigo parar de comer compulsivamente! Parece um vício! O que será de mim?


Tudo em razão do meu peso!


Esse foi um desabafo! Porque estou me sentindo péssima! Acabei de comer uma palha italiana!

Meu Deus!

Não dá para definir o prazer de comer e a culpa após o ato!


segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Mitos comentados


Mito: Só se emagrece comendo menos

Isto não é totalmente verdadeiro: um dos melhores regimes pode ser comer determinados alimentos em maior quantidade (como frutas no lugar de doces, por exemplo). O importante é saber o número de calorias e a quantidade de gordura que se está ingerindo.


Comentário: Quando comemos mais vezes ao dia, estamos contribuindo para acelerar o nosso metabolismo, portanto, o organismo não acumula gordura, ou seja, queima ou consome. Devemos, no máximo, nos alimentar de 3 em 3h no dia. Mas, alimentos que não sejam muito calóricos, é claro! Uma alimentação balanceada contribui para levar uma vida saudável e não engordar!


Nesse caso, parece simples fazer uma dieta, o problema é quando, eu, "compulsora alimentícia", ultrapasso a quantidade de calorias que deveria ingerir num jantar, por exemplo. A sobremesa, o refrigerante, as massas, atrapalham realmente meu esquema, pois devem ser consumidos em menor quantidade: "eis a questão"!


Tudo isso se resume em força de vontade: "Quanto eu devo comer? Será que vale realmente? Meu prazer será maior ou a culpa depois? Como me controlar?"


É muito trabalho mental, gente!


Mito: Algumas pessoas nasceram para ser gordas

É verdade que a herança genética influencia o tamanho e a forma do nosso corpo. Mas isto não significa que a pessoa que herda o gene da obesidade deva ser, necessariamente, gorda. A obesidade não é definitiva como a cor dos olhos ou da pele. Afinal, para aumentar de peso, você tem que ingerir mais calorías do que queima.


Comentário: Gente, se isso fosse verdade eu choraria rios, hoje! Uma vez fui à endocrinologista e ela me falou: você tem uma doença que se chama obesidade, vai ter que viver de dieta.

Ela me jogou um balde de água fria! Pode até ter razão, mas como é um mito que nasci para ser gorda, então, é por aí que vou começar: dieta já!


Fonte: Terra
Comentário: Vanessa