segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Mitos comentados


Mito: Só se emagrece comendo menos

Isto não é totalmente verdadeiro: um dos melhores regimes pode ser comer determinados alimentos em maior quantidade (como frutas no lugar de doces, por exemplo). O importante é saber o número de calorias e a quantidade de gordura que se está ingerindo.


Comentário: Quando comemos mais vezes ao dia, estamos contribuindo para acelerar o nosso metabolismo, portanto, o organismo não acumula gordura, ou seja, queima ou consome. Devemos, no máximo, nos alimentar de 3 em 3h no dia. Mas, alimentos que não sejam muito calóricos, é claro! Uma alimentação balanceada contribui para levar uma vida saudável e não engordar!


Nesse caso, parece simples fazer uma dieta, o problema é quando, eu, "compulsora alimentícia", ultrapasso a quantidade de calorias que deveria ingerir num jantar, por exemplo. A sobremesa, o refrigerante, as massas, atrapalham realmente meu esquema, pois devem ser consumidos em menor quantidade: "eis a questão"!


Tudo isso se resume em força de vontade: "Quanto eu devo comer? Será que vale realmente? Meu prazer será maior ou a culpa depois? Como me controlar?"


É muito trabalho mental, gente!


Mito: Algumas pessoas nasceram para ser gordas

É verdade que a herança genética influencia o tamanho e a forma do nosso corpo. Mas isto não significa que a pessoa que herda o gene da obesidade deva ser, necessariamente, gorda. A obesidade não é definitiva como a cor dos olhos ou da pele. Afinal, para aumentar de peso, você tem que ingerir mais calorías do que queima.


Comentário: Gente, se isso fosse verdade eu choraria rios, hoje! Uma vez fui à endocrinologista e ela me falou: você tem uma doença que se chama obesidade, vai ter que viver de dieta.

Ela me jogou um balde de água fria! Pode até ter razão, mas como é um mito que nasci para ser gorda, então, é por aí que vou começar: dieta já!


Fonte: Terra
Comentário: Vanessa


2 comentários:

Iana Coimbra disse...

Vá, é impossível comer de 3 em 3 horas. Não dá nem para ter fome nesse período! rs.

Mas sobre a questão da doença da obesidade, tenho uma amiga que sofria do tal efeito sanfona. Ela fez reeducação alimentar e se livrou da tal "doença" hereditária. A família dela são todos "gordinhos", mas ela, dentro da estrutura física que tem, ficou liiiiinda. Não desanime. Esqueça essas palavras feias e concentre-se no seu resultado almejado. Força!!!!

Edilene disse...

O problema é a beleza estipulada pela midia, as vezes a pessoa é uma gordinha inteira , mas o padrão é outro e ela começa a sentir mal por isso.