terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Balde de Água Fria



Sabe aqueles dias em que te jogam um balde de água fria?

Pois é, aconteceu comigo!

Não sei se é porque o ano está começando e estou animada com meu novo projeto de vida que a notícia recebida não me afetou radicalmente. Admito que estou um pouco chateada, afinal trata-se da minha vida profissional.

Sinto-me presa às vezes quando penso na minha profissão. Parece que não tenho oportunidade para mostrar o meu potencial, porque quando vejo que estou engrenando as circunstâncias me fazem parar. Não sou valorizada pelo que faço. Mas, por outro lado, agradeço a Deus por estar empregada!

Só não estou no caminho certo, mas está difícil enxergar para onde devo ir, apostar, investir.

Não quero acomodar no meu emprego atual, mas também não sei onde procurar outra oportunidade. Isso me deixa ansiosa.

Creio que vários profissionais já passaram por esta fase que estou passando. É uma questão de auto-conhecimento e iniciativa. Afinal, além de oportunidade e elogios, qualquer pessoa precisa também de um retorno financeiro.

Então, fico a pensar: fazer o que gosto ou fazer o que dá dinheiro?

Seria mais fácil unir o útil ao agradável, mas no meu ramo ainda não acertei o alvo...

Concluindo: a sensação de ganhar um banho ou balde de água fria é assustadora, pois você não está esperando. Agora, só depende de você continuar sentindo o frio do momento ou se refrescar após o inesperado!

Pelo que você leu, estou sentindo um pouco o frio, mas vou começar a me refrescar! Pensamento Positivo!

5 comentários:

Iana Coimbra disse...

Querida Vá,

Para começar ri demais da foto dos cachorros! Tadinhos!

Sabe, ainda acho que vc tinha que trabalhar com jornalismo econômico. E não tenho dúvidas que vc dá conta de fazer muito mais do que assessoria. Vc é ótima jornalista e tem super potencial. Mas de uma forma ou de outra esses momentos profissionais infelizes nos ajudam a valorizar a chegada dos felizes.

Fica firme!

Lê disse...

Oi Vá!

Fiquei um bom tempo pensando "o que posso dizer para ajudar a Vá"?
Sinceramente, acho que precisamos de foco em tudo na vida, objetivo.
Você tem um trabalho bacana, é um emprego estável, mas se você não está feliz tem mais é que procurar outras coisas.
Pense: o que realmente te deixaria satisfeita? Busque algo que você gostaria de fazer a vida toda mesmo que fosse sem ganhar nada.
Pode parecer meio utópico, mas ainda acredito que é possível ter prosperidade fazendo o que se gosta.
De todo o meu coração te digo, faça o que você gosta, dinheiro é conseqüência e cada dia mais eu tenho certeza que ele NÃO é o mais importante. Claro que é NECESSÁRIO, mas NUNCA será o mais importante.

Lembre-se disto.
Bjim

Lê disse...

Esqueci de dizer...
Os cachorrinhos da foto são mesmo muito engraçados. rsrsrs.....Tadinhos!

Andréa Christina disse...

Várias vezes na minha vida já fiquei igual a esses cachorrinhos! rssrs! e ainda sei q vou ter muito dias de frio pela frente. Mas o importante é colocar a vida nas mãos de Deus e pode ter certeza que ele irá te aquecer e ajudar a encontrar o caminho!!!
Bjs,
Déia

Anônimo disse...

É com baldes de água fria que esquentamos os nossos propósitos, as nossas metas, as nossas buscas, o nosso verdadeiro "sentido".Este frio acaba nos fortalecendo...tenha certeza disso.Seja firme, confie em você, no seu potencial e, o mais importante, viva cada momento, cada instante e faça-se merecedora deste presente maior que Deus nos dá a cada dia: o Amor, a Vida, o Tudo.Você me enche de orgulho: é uma menina (para mim será sempre "a minha menina") batalhadora, que vai à luta, que me enche de alegria e de vontade de todos os dias agradecer à Deus pelo presente maravilhoso que le me deu.Obrigada, Vanessa, por ser parte de minha vida...Vamos ainda esquentar muitos baldes de água fria mas de cabeça erguida, com fé e, o mais importante, sempre unidas... beijos...sua mãe que te ama muito.