sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Persistindo na mesma meta




Mais um ano novo, mais esperanças!

Como tudo que começa, também é hora de renovar. Então, começo 2008 com uma nova meta, que já falhou no ano de 2007, mas agora será diferente.

A meta vocês já sabem: emagrecer, chegar e manter o meu peso ideal. Portanto, digo que será diferente porque já me preparei melhor. Apesar do fracasso no ano passado, descobri que quem precisa trabalhar é a minha mente. Nada mais...

Tenho tudo preparado: marquei a nutricionista, comprei uma balança digital que mede o nível de gordura, água e músculo, comprei livros sobre o assunto, paguei a academia e vou começar com a terapia. Já é um bom início!

Li o livro "Viver sem Obesidade", do médico dr. Rotman, e descobri várias coisas que não sabia sobre minha condição. A minha obesidade chama-se hiperplásica, é aquela que começa quando criança. Ao emagrecer, minha células adiposas não diminuem, ou seja, a grosso modo, é o que provoca meu efeito sanfona: quando atinjo o peso ideal engordo tudo de novo no primeiro deslize. Entendi tudo sobre minha ansiedade, depressão e compulsão nos termos científicos.

Agora, estou partindo para outro livro "A semente da vitória" do Nuno Cobra. Ouvi ótimas recomendações. Quando terminar de ler, faço a crítica.

E por aí vou: confesso que disposição às vezes me falta, mas trabalhando esses aspectos que considerei, acredito na minha vitória!

2 comentários:

Alê disse...

Oi Vá!
Isto mesmo! Tô torcendo por você e tenho certeza de que com força de vontade e atitude podemos transformar em realidade os nossos projetos.

Bjim

Iana Coimbra disse...

Vá,

O mais importante é não desanimar e lutar contra a própria preguiça. Sabe aquele segredo de se auto-motivar? Então, o próprio... Me matriculei na academia tb. Deve ser a 8ª vez que faço isso na vida... Vamos ver se duro até o terceiro mês.rs.

Bjs!