sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Relacionamento



Hoje vou falar de relacionamento o que realmente é uma Questão de Peso!


Ontem, estávamos reunidos no bota-fora da minha querida amiga Alessandra. Ela acabou de casar e vai morar em Sampa sozinha com seu companheiro. E o assunto que rendeu a metade da noite foi relacionamento.

Estavam: Vitor e eu, que já temos oito anos juntos, outro casal de amigos que está começando agora e o terceiro deve ter uns três anos, acho. A conversa fluia naturalmente, de como cada casal tem seu jeito de lidar com o parceiro, suas manias, regras pré-estabelecidas, confiança, amizade com o sexo oposto, repeito e fidelidade.

Foi muito interessante, porque pude perceber que somos muito diferentes uns dos outros e não existe uma receita para o relacionamento dar certo. Comecei a pensar que cada casal mesmo estabelece seus limites, sendo alguns absurdos para uns e normais para os outros.

Adoro falar de namoro, casamento, trocar experiências, apesar de ter só um amor todos esses anos, já vivi muitas coisas e posso me considerar experiente quando o assunto é relacionamento, friso: qualidade e não quantidade!

O mercado está cheio de livros de auto-ajuda, terapias diversas para salvar um casamento, especialistas vão à TV para dar a receita de uma relação feliz, resumindo: trabalhar com relacionamento humano está dando dinheiro!

Penso, como falei acima, que não existe um método próprio para fazer dar certo, mas existem princípios que cultivamos pela vida, muitas vezes adquiridos no berço, que podem fazer a mistura caminhar por durante muito tempo e manter a chama acesa. É muito fácil citar: além do amor pelo companheiro e por nós mesmos, tudo está incluído num pacote: respeito, troca, companheirismo, paciência, carinho, atenção, cumplicidade, fidelidade, vontade, compreensão, tesão, saber ceder, etc...

O difícil mesmo é saber como lidar com todos esses valores no momento necessário.

Cheguei a conclusão de que a gente observa um casal e pensa:

- Nossa, fulana é doida de ficar com esse cara!

-Beltrano não merece essa pessoa!

-Eu hein? Aí tem coisa!

- Ela é uma coitada!

E vários outros pensamento infames!

Mas, a vida é assim! Cada um com sua metade, vivendo o que não espera, o que não planejou, mas aceitando e mudando a realidade de acordo com o ritmo, as regras e os limites do relacionamento.

Afinal, existe ser mais surpreendente do que o ser humano? Então, imagine dois deles juntos!

6 comentários:

Iana Coimbra disse...

Ei Vá,

Pura verdade o que vc falou. Cada casal tem sua história e seu jeito de fazer as coisas darem certo. Fórmulas? Não dá. Gente é gente e pronto. Pena que não fiquei até o final do "bota-fora" para participar do papo.

Bjs!

Andréa Christina disse...

Como disse no dia "fui assunto antes e iria ser assunto depois"!! rsrsrsr.

Cada casal é de um jeito mesmo!! Apesar de muita gente não concordar com o meu jeito e com as minhas posições a respeito de relacionamento, o Marcos gosta de mim como eu sou, me respeita e me ama e eu também o respeito e o amo. E é isso que importa!!!

Bjs

Iana Coimbra disse...

Uau, Andréa! rs. Resposta à altura! rs. Mas não se preocupe: todas amamos vc! Do jeitinho que vc é!

Iana Coimbra disse...

Uau, Andréa! rs. Resposta à altura! rs. Mas não se preocupe: todas amamos vc! Do jeitinho que vc é!

Vanessa Trotta disse...

É isso mesmo, Andréia!
Como disse no meu post: Cada casal tem a sua forma de ser!

E o fato de vc e o Marcos serem assim: que bom! Assim como eu e o Vitor, o Lu e Lê, a Iana e o Fred, a Carol e o Lê!
Vcs são assunto pq são demais!
Assim, como Iana disse: amo cada um jeito que são!

Alê disse...

Oi Vá!
Concordo muito com você! Andréa desculpe pelas brincadeiras. É que realmente todos somos muito diferentes e às vezes é difícil entender o ponto de vista dos outros.
O mais certo é: cada casal tem suas próprias regras!
Vá, fantástico o seu blog! Vou virar fã nº 1.
Bjim!