segunda-feira, 31 de maio de 2010

Papo de Mulher: o padrão inalcançável


Se você é uma mulher que está super satisfeita com seu corpo levante as mãos para o céu e ajoelhe-se, você foi agraciada e é uma exceção. Chega até ser engraçado o quanto as mulheres ficam neuróticas com certas partes do corpo que na sua própria opinião estão cheias de defeitos, mas para as outras pessoas são imperceptíveis. Nós, mulheres, nos subtemos a tantos tipos de sofrimento para tentar chegar ao alto padrão de beleza e ficar feliz por somente alguns instantes, que já não ligamos mais ao sentir dor, ao não comer um chocolate, ao evitar de sair para um happy hour com os amigos e por aí vai.

É tanta loucura essa questão de peso, celulite, gordura localizada, flacidez, manchas, que acabamos buscando algo inalcançável. Outro dia, estava numa sessão dolorida de carboxiterapia e chega uma loira com um corpão, apesar de já ter sido mãe, para fazer carboxi logo após minha sessão. Minha esteticista convidou-a para entrar, enquanto eu sofria sozinha, e batermos papo. Ela arranca a blusa e começa a falar: - Amigas, eu engordei tanto, olha o tamanho da minha barriga! Eu olhei para a enorme barriga e pensei: - qualquer menininha morreria de inveja. Respondi: - Amiga, sua barriga é tão grande que você nem reparou no tamanho da minha. Ela sorriu amarelo e começou a dar desculpas e tentou me consolar falando que eu iria ficar enxuta. Essa nem é minha intenção.

Uma outra amiga também me mandou um email dia desses perguntando o telefone do meu cirurgião plástico alegando morrer de vontade de fazer uma lipo, e ainda acrescentou no texto: não ri de mim Vavá, mas minha barriga me incomoda muito. Eu pensei: - quem me dera!!! Respondi numa boa que apoiava a lipo, caso ela estivesse muito insatisfeita com seu corpo, mas insatisfeita na medida em que atrapalhasse sua vida, tipo deixar de usar um biquini, ter baixa alto-estima, ter vergonha do marido, essas coisas. Se não for assim, acho neurose misturada com um pouco de preguiça. Ter barriga chapada é coisa de mulher de revista ou de quem malha muito, afinal, você é normal querida!!!

Outro dia também foi engraçadíssimo, estava na minha corrida matinal na Lagoa da Pampulha, tranquilamente, e, de repente, uma mulher passou ao meu lado e comentou com a outra: - Olha lá, está vendo, ela consegue correr. Não acreditei ao escutar isso, fiquei imaginando qual era o meu problema, será que eu não tinha as duas pernas? Ou será porque estou acima do peso? Depois, fiquei foi rindo, se elas vissem meus exames de sangue não iriam acreditar nos meus níveis de HDL, o bom colesterol.

Tem um papo também frequentemente discutido pelas mulheres acima dos 40: quando eu casei pesava 50kg, tinha um corpão. Gente, que mulher não envelhece? Eu tenho birra desse assunto. Na medida em que você vai ficando mais velha, seu metabolismo vai junto, ficando mais lento. Você vai ter filhos, vai ter jornada tripla e consequentemente seu corpo sentirá o desgaste. A mulher que envelhece e fica durinha ou é genética ou é rica, convenhamos. É natural engordar um pouco e o tchauzinho ficar flácido. Deixa de besteira! Quando ela fala que tinha um corpão, eu tenho certeza que ela não era satisfeita na época e agora dá valor no corpinho dos 20 anos. Nem venha reclamar isso comigo, já vou logo cortando. Quem vive de passado, envelhece.

Ah mas tem um detalhe que me incomoda mais ainda: a tal da ração humana para emagrecer. Vê se existe nome mais antipático do que esse? Antes, era mistura in natura, diet shake, vitamina, etc. Agora, não me sujeito a tomar ou comer ração de maneira alguma. Nem me pagando!!! Aff.. comer ração, estou fora!

Bom, se ficarmos insatisfeitas com nosso corpo constantemente, o padrão de beleza sempre vai subir e os tratamentos estéticos vão sempre inflacionando e encarecendo, pois a procura será sempre enorme. Então, eu penso que sim, posso até ficar insatisfeita com meu corpo, mas eu vou me amar primeiro. Vou ter consciência do que é normal, do que consigo alcançar. Assim, sofrerei menos e me aceitarei mais, nisso encontro a minha beleza!

3 comentários:

Aninha disse...

Aiii Vanessa!
Hoje eu passei o dia inteiro sonhando com um sanduiche bem gorduroso e me contentei com uma saladinha de frutas no meio da tarde.
Como é dificil a bendita da dieta...
:/
Tenho amigas magérrimas que ficam falando que tem que emagrecer, que estão barrigudas e que tão com celulite em sabe-se lá onde! Quando começa o papo nem respondo. Falo 'uhum' pra não render.

[Dan] disse...

gostei desse post. parabéns!

Rosane Mendes disse...

Nossa... que bacana a sua mentalidade!!!
É isso mesmo!
A gente tem que se gostar primeiro!

Um abraço!