terça-feira, 7 de abril de 2009

Mistura de desabafo com saudade

Da observação
Não te irrites, por mais que te fizerem...
Estuda, a frio, o coração alheio.
Farás, assim, do mal que eles te querem,
Teu mais amável e sutil recreio...
Mário Quintana

Desta poesia faço meu apego, nessas horas com início de alento, não entendo o mal que me querem, mas sei do bem que Deus me deu. Os dias são corridos, corridos em busca dos sonhos, dos investimentos no presente para planejar o futuro. Pessoas e situações têm tentado ofuscar essa luz. Tenho sofrido um bocado, mas continuo firme, porque sei quem me sustenta. O importante é que sempre me dá forças para recomeçar e lutar. A saudade dói até hoje, é uma dor que explode no peito, silenciosa, sem lágrimas, repleta do vazio causado pela ausência. As lembranças da tragédia ainda são fortes, mas o coração está mais confortado. Todos os dias, eu olho para o céu e fico pensando como estão minha vó e minha madrinha, não sei se elas dormem ou se estão junto do Pai, mas fico imaginando elas me observando, coisa da minha cabeça. Sinto que elas sabem de como cuido do sonho delas, como quero dar tudo para os meninos a fim de suprir a falta delas, como meu coração parte ao pensar no quanto meu pai tem sofrido. Tudo é muito difícil, mas vamos levando o coração estancado pelo amor de Deus. Então, fico por aqui com essas questões de peso que pesam toneladas na minha vida...

5 comentários:

Renata Bartel disse...

Que saudade dos seus textos!
Acompanho seu blog já a algum tempo, embora vc nem imagine quem sou eu.

Que Deus te dê força, vontade e coragem pra continuar sempre, sem desviar do alvo.

E que desse sofrimento nasçam as mais lindas pérolas, assim como fazem as ostras quando são feridas.

Não fique tão sumida, escrever ajuda a extravasar os sentimentos. Sabedoria é saber fazer poesia da vida, inclusive nos momentos em que sofremos.

Um abraço em Cristo,
Renata

AngelMi disse...

Olá,
Naum sei o que está vivendo, apenas imagino pelos dizeres do post...
Mas é fato o que vc disse: o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer.
Beijos,
Mi

Lê disse...

Fica firme amiga!!!
A dor vai passar! Deus é misericordioso e tem cuidado de vocês. Tenha sempre esta certeza.
Bjs!

Vanessa Trotta disse...

Oi meninas!
Muito obrigada mesmo pela força!
Ajudaram demais!
Um beijo!

Camila Ianareli disse...

Adoro seu blog sabia? E sempre consigo me identificar com as coisas que vc escreve!! Siga em frente e não desista nunca viu?
Um grande beijo