terça-feira, 17 de novembro de 2009

A inércia da minha dieta


Ontem voltei à academia depois de três semanas parada por causa de um problema nas pernas. O professor me olhou com aquela cara de bravo e eu já fui falando: calma, eu não estava nada bem. Expliquei os motivos pelos quais sumi e ele quis me indicar uma nutricionista para ajudar, falei: - Vixi, já tenho. Entendo ele ficar bravo, porque sou um exemplo de superação, quando cheguei ao spinning não conseguia nem ficar em pé na bicicleta, passou um tempo e fiquei fera! Isso deve ser estimulante para um profissional e muito frustrante quando o aluno ou paciente desiste. Outro profissional que desestimulei foi minha nutricionista, desmarquei esse mês porque não fiz dieta nenhuma. Apesar de que ela deve estar acostumada, pois nos últimos dois anos tem sido assim.
Procuro todos os métodos para emagrecer e ainda assim não consigo. Tento entender nas sessões de terapia porque a força de vontade que sempre me movia não aparece mais. Não sou daquelas meninas cheias de complexos, pelo contrário, não tenho vergonha do meu corpo, me aceito, me acho bonita, me amo do jeito que sou, mas a condição de estar acima do peso fica em stand by no meu cérebro. Penso assim: - ah vou comer isso para ter prazer agora e depois eu emagreço. Também me lembro da época em que estava no meu peso ideal, eu era muito mais animada. Só que eu não soube administrar essa condição e não me achei merecedora de estar bonita, ainda que seja inconscientemente.
Esse ano não consegui emagrecer definitivamente também porque estive muito deprimida após todas as perdas e todos os sonhos adiados. Precisava de algo para acabar com minha angústia, preencher o vazio das incertezas, do luto. Esse algo era a comida, todas as noites arrumava um jeito de me recompensar pela dor que sentia. Bom, não adianta ficar lamentando o tempo perdido. É preciso mudar e reencontrar essa força de vontade. Limpar todos os entraves dentro do meu cérebro, descobrir o verdadeiro motivo dessa inércia e batalhar como sempre faço.
Por favor, nunca pense ser preguiça o motivo de alguém continuar ou estar acima do peso. A obesidade é uma patologia e emagrecer é muito mais difícil, pois depende de vários fatores emocionais e fisiológicos. Admiro quem consegue esse feitio sem precisar de remédios ou cirurgia. Guardo no peito a esperança de que também conseguirei assim!

6 comentários:

Menezes disse...

oi, ainda não li esta postagem pq to meio sem tempo agora, mas adorei seu blog. li sobre sua mamoplastia redutora. daqui a 5 dias completam 4 meses que fiz a minha. estava a procura de fotos e reportagens q falassem da cirurgia para eu poder explicar melhor à uma amiga q tb quer fazer, e encontrei teu blog. AMEI!!! farei o possível para estar tdo dia aq lendo suas postagens e quero voltar logo para pegar a receita do molho light de mostarda para saladas. aaah, e quero tb saber como posso adiquirir meu próprio blog. eu nunca me interessei em ter um blog pq ñ sabia o q escrever, mas agora q vi o seu, AMEI MEEESMOOO... e eu AMO escrever... até já escrevi um livro, só q ainda ñ publiquei! (preguiça)

bom, acho q já escrevi d+ neh?! ;D espero resposta. mal te conheço, mas olha, jah gostei de vc!! prefiro conhecer as pessoas por suas idéias e palavras, o modo de ver o mundo e a vida... essas coisas!! do que conhecê-las apenas como uma imagem q vaga no espaço e que só de olha eh q vou ter certeza do q representa tal ser..

a internet tem esta vantagem. conhecer pessoas antes de conhecer suas imagens.

ok ok
finalizando...

bj bj xau

=**

aah, e vale ressaltar q depois da cirurgia estou mto melhor psicologicamente. a cada dia melhoro em 100% as etapas da vida!!

=************

Lia Menezes disse...

agora li!! =) você consegue sim, tenho certeza!! eu consegui perder 8 kilos em um mês, pena q depois tive uns problemas emocionais e engordei 12 kilos!!! =(

daí perdi 5 pra fazer a mamoplastia, após a cirurgia fiquei com 55 e um poukinho... a cirurgia me emagreceu =D

voltei à academia esta semana! peso 55kg, e meu peso ideal eh 48kg. tenho fé que chego lá... e que vou manter!! o principal não é perder peso, é manter o peso e ainda assim não se culpar se comer besteiras...

=**

Ivy disse...

Oi, casei engordei exatos 20 kilos e a 3 meses decidi que preciso urgente emagrecer, não só pela estética, mas por me sentir cansada demais, indisposta, com a saúde debilitada por conta do peso e claro, o fato de eu nao me achar mais tão atraente para o meu marido ajudou.
Comecei caminhar, todos os dias 2 horas, tomo herbalife também (duas vezes ao dia) substituindo duas refeições, uma amiga indicou e eu ainda que bem desacreditada comprei o shake e iniciei...estou 13 kilos mais magra. É fácil, não, nada fácil, ainda choro quando sinto vontade de tomar refrigerange, comer 4 pães com frios como eu comia, duzias de bolacha recheada, chocolates até...mas lembro da meta, oro ao Senhor pra que me dê ânimo e força e Ele tem dado, o mesmo fará com vc.
Tente começar caminhar, me desestressa, faz bem e emagrece de verdade.
Estou na torcida por você, não lhe conheço pessoalmente mas sei que somos irmãs em Cristo e isso é muito bom.
Beijo
Ivy Garcia - SP
www.ivygarcia.wordpress.com

disse...

Vanessa, passo sempre por aqui, quietinha. Mas hj me deu uma vontade danada de falar, tvz pq esteja passando pelas mesmas circunstãncias q vc. Mas posso dizer uma coisa: tou vencendo! Isso mesmo. Em menos de um mês emagreci mais de 8 kg apenas com dieta e exercício físico. Tá sendo uma delícia. Eu entendo bem o q vc tá passando e posso dizer pra vc o seguinte: o segredo, por mais óbvio q possa parecer, tá na cabeça! Isso mesmo. Além da nutricionista, fisioterapeuta (tou fazendo auriculoterapia) e do personal, tou lendo um livro excelente: A dieta definitiva de Beck - q, ao contrário do q o título possa sugerir, não sugere dieta. Isso mesmo! Ele trabalha o emagrecimento através da terapia cognitiva. Muito jóia! E tem me ajudado demais nos momentos em q vc mesma disse: qndo penso em comer agora e emagrecer depois, me pergunto se quero um prazer do momento ou duradouro. E eu fico sempre com o duradouro. Força aí! Bjus!

Vanessa Trotta disse...

Oi meninas!!!
Obrigada pelos comentários, me deram uma força enorme! rsrsrsrs

Lia,
é prazer ter vc por aqui! Ah cria um blog sim, é o seguinte: vc acessa o site www.blogger.com e se cadastra. Acho q é preciso ter conta no gmail. Siga os passos q é tranquilo e depois me passa o endereço, ok? rsrsrsrs
Eu ainda pretendo escrever um livro! Publica o seu menina! Quem sabe faz sucesso!

Oi Ivy,
Obrigadíssima! é sempre muito bom quando vc passa por aqui! Vou começar a orar pra isso tb, é verdade!

Oi Rê!
Ah que bom, tb vou vencer igual vc! rsrsrsrs é está na cabeça mesmo, minha inércia é justamente emocional! Mas é só não desistir né?

Bjos!!!

disse...

Vanessa, não sei se vc conhece uma banda chamada Crombie. Eles tem uma música ótima chamada Guidom (tem vídeo deles no youtube, se não me engano) q tem embalado esse meu momento dieta. Tvz ajude vc tb. Dá só uma olhada nesses versos: "Deixo pra trás / a vontade de desistir / Trago comigo / a esperança no porvir
e a força pra prosseguir". Ouve a música q acho q dá uma boa animada! rs... Pra vc ter uma idéia, ela começa assim: "Eu sigo certo na contramão / do meu desejo equivocado" e acho q é exatamente isso q precisamos, seguir na contramão desse nosso desejo equivocado por comer demais! Força pra vc! Bjus! (PS.: pra quem num comentava, tou comentadeira demais! rs...)